Nove sinais de autismo que nenhum pai deve ignorar

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) comumente aparece nos primeiros anos de vida e diagnosticar a condição precocemente é crucial para o desenvolvimento de longo prazo da criança.

Autismo em crianças: 9 sinais

O Autism Family é um canal do YouTube criado por um pai e uma mãe com 3 filhos diagnosticados com autismo. Eles esperam oferecer informações úteis para os pais que estão em uma situação como a sua. Um de seus vídeos mais populares contém uma série de sinais de autismo em crianças, explicados em profundidade, com o exemplo de seus próprios filhos.

É importante lembrar que só porque seu filho apresenta esses sinais, isso não significa que ele tenha o transtorno. No entanto, quanto mais esses comportamentos se repetirem, mais você deve se preocupar em obter um diagnóstico.

1. Bater palmas

A maioria das crianças tem esse comportamento durante os primeiros anos de vida. Até 3 anos, bater palmas repetidamente é normal. As crianças com autismo continuarão a repetir esse comportamento além desse limiar.

Essa é uma forma de autoestimulação, um tipo de comportamento que crianças autistas realizam quando há muita estimulação sensível no ambiente. Como resultado, eles se concentram em uma única sensação. Existem muitos mais desses comportamentos e incluem estímulos visuais, táteis, sonoros, de movimento, entre outros.

2. Bater a cabeça

Como uma forma de autoestimulação, as crianças autistas podem se envolver em outro comportamento repetitivo, mas prejudicial: bater a cabeça contra as superfícies. Para restringir esse comportamento, é útil distrair as crianças com algum outro estímulo. Na maioria das vezes é necessário removê-los da situação imediatamente, não importa o quanto eles protestem, porque eles podem se ferir.

3. Birras sem motivos

Não há pai ou mãe que não tenha sofrido com birras do filho em público, chorando muito alto e gritando. A diferença aqui é que as crianças autistas tendem a fazer birras não porque querem algo, mas devido à sobrecarga de estímulos que tendem a sofrer em lugares públicos.

Mesmo quando recebe o que quer, a criança autista não vai parar de chorar ou chutar, e esse é o sinal para o qual os pais devem estar atentos.

4. Falta de resposta

Às vezes, esse sinal leva os pais a acreditarem que a criança tem problemas de audição, mas, em crianças autistas, a falta de resposta tem mais a ver com ser distraído, retraído do que com não ouvir. Pessoas autistas ouvem demais e é difícil filtrar os sons para diferenciá-los.

5. Agressividade extrema

Todas as crianças brigam umas com as outras ou com os pais, de maneira violenta, em determinados momentos. As crianças autistas costumam fazer isso como se estivessem gostando, explica o vídeo da Autism Family. Eles podem até atacar a si mesmos.

De acordo com a Raising Children, uma organização apoiada pelo governo australiano, crianças autistas podem se atacar ou se comportar agressivamente, com adultos ou com outras crianças, pelas seguintes razões:

  • Elas não entendem o que está acontecendo ao seu redor (as pistas não verbais dos outros)
  • Elas não podem comunicar seus desejos ou necessidades
  • Elas estão muito ansiosas ou tensas
  • Elas têm a necessidade de se estimular, devido à sobrecarga sensorial
  • Elas querem escapar de situações estressantes

6. Obsessão com objetos

No exemplo do vídeo, o pai fala sobre uma obsessão em despejar líquidos de uma xícara para outra, o que é comum em crianças com autismo. Todas as crianças gostam de brincar com líquidos, mas em crianças autistas esses jogos podem se tornar uma obsessão, durando até horas, dependendo da gravidade da condição.

7. Evitam olhar nos olhos

Um dos sinais mais conhecidos de autismo é evitar o contato visual. Cada pessoa autista tem diferentes razões para evitá-lo, mas parece ser um sinal comum na maioria. Geralmente este sinal persiste ao longo da vida, mesmo na idade adulta.

8. Caminhar na ponta dos pés

Todas as crianças já tentaram andar na ponta dos pés. Você deve prestar atenção a quantas vezes esse comportamento é repetido para diferenciar um comportamento comum em crianças com sinal de autismo.

9. Falta de comunicação e linguagem

Se seu filho está usando poucas palavras com a idade de três anos ou mais, isso pode ser um sinal de autismo. A falta de fala não está necessariamente presente em todas as crianças autistas, mas isso não significa que elas saibam se comunicar. Muitas vezes repetem constantemente a mesma palavra ou frase por um longo tempo, não porque estão aprendendo, mas “como um disco quebrado”, explica o pai no vídeo.

21/06/2019

(Visited 2 times, 1 visits today)